Os Períodos Sensíveis

Por meio de observações, Maria Montessori descobriu os chamados períodos sensíveis típicos de cada idade da criança e que são regulares em todas as partes do mundo, independentemente da sua cultura ou hábitos familiares. São períodos que existem pelo simples facto de serem Crianças.

Estes períodos são “uma sequência de despertares da consciência da Criança para o mundo que a rodeia. Esta sequência não é feita de acasos, mas é organizada biologicamente para o desenvolvimento ideal do ser humano.” (Lar Montessori)

Os períodos sensíveis produzem-se durante os seis primeiros anos de vida da Criança, quando esta se encontra na fase da Mente Absorvente Inconsciente (dos 0 aos 3 anos) e Consciente (dos 3 aos 6 anos). 

A exploração daquilo que desperta a atenção da Criança em determinado período tem uma enorme importância para o seu desenvolvimento. Nestes períodos mostra um grande interesse por uma habilidade específica, e aperfeiçoa-a mediante a repetição.

Uma vez passado o período sensível para uma certa habilidade é muito mais difícil que se produza a aprendizagem de maneira natural e espontânea. Não será possível recuperar o desenvolvimento que se realizaria, pelo menos com a mesma facilidade e naturalidade, podendo no entanto a aprendizagem ocorrer por pressão externa ou vontade interna da Criança, mas o esforço será muito maior.

Por exemplo, quem nunca se apercebeu da facilidade com que uma Criança de 4 anos aprende uma língua? O período sensível da “linguagem” ocorre precisamente desde os 0 aos 6 anos, conforme se pode confirmar na tabela a baixo. Depois desta idade, todos podemos aprender uma língua, mas a facilidade nunca será a mesma.

No quadro que segue, são indicados alguns dos períodos sensíveis mais representativos, sendo certo que é uma tabela orientadora, já que estes podem variar muito de uma Criança para outra.

Captura de ecrã 2017-02-12, às 20.27.27.png

Por outro lado, o desenvolvimento de um período pode ser essencial para o desenvolvimento perfeito dos outros que lhe sucedem. Este sequência foi estudada e observada e no todo tem a sua razão de ser. Essa razão é precisamente o pleno desenvolvimento da Criança, no sentido da conquista da sua independência, não forçando a aprendizagem, mas unicamente seguindo e respeitando a energia do que ela é em cada momento.

Será por isso essencial sermos Adultos Preparados para assegurarmos à Criança um ambiente que lhe permita desenvolver, em cada período sensível, as apetências que lhe correspondem, aproveitando o facto de a Criança procurar naturalmente essa aprendizagem.É também por isso essencial a existência de um Ambiente Preparado.

Caso isso não aconteça, e a Criança de alguma forma seja impedida de seguir esse curso natural, poderão potenciar-se situações de irritabilidade, que não são caprichos ou más educações, mas sim apelos inconscientes a uma ajuda que a leve a estar onde ela de facto quer estar.

É por isso muito importante conhecer o desenvolvimento da Criança e compreender os seus períodos sensíveis, o que aliado a sermos um Oservador Atento nos permitirá saber se a nossa Criança está num período sensível e identificar, com apoio desta tabela, os seus interesses em cada momento.

Estes pequenos a baixo dos seis anos são muito mais do que mini seres a tornarem-se maiores. Estão sim no processo de se formarem a eles próprios em novos seres através de uma série de planos de desenvolvimento previsíveis. Assim sendo, os períodos sensíveis precisam de ser trabalhados nas fases em que surgem.

3529ddc172a6a10a9e224803ac4a4d4d

3 thoughts on “Os Períodos Sensíveis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s